terça-feira, 23 de fevereiro, 2016

Consumidor usa menos margarina e manteiga

Os brasileiros reduziram no ano passado o consumo de margarinas e manteigas. A consultoria Euromonitor International estima que, em 2015, as vendas de margarinas no país tiveram queda de 2,1% em volume, chegando a 38 mil toneladas. Em receita, houve crescimento nominal de 4,8%, para US$ 140,9 milhões. Em manteigas, a queda em volume foi de 0,6%, para 77,7 mil toneladas. Em receita, houve incremento nominal de 6,4%, para US$ 630,9 milhões.
Segundo dados da Nielsen, o segmento de margarina apresentou queda de 0,6% no varejo em 2015, após dois anos de avanço da ordem de 0,7% em volume vendido. A BRF, dona das marcas de margarina Qualy, Claybon e Deline, informou que ganhou mercado nesse período. Em 2015, o ganho foi de 2,8 pontos percentuais, para 58,1%, disse Fabrício Amorim, gerente-executivo de marketing responsável pela marca Qualy.
Amorim estima que o segmento de margarinas terá estabilidade em vendas este ano. E acrescenta que marcas mais consolidadas tendem a ganhar mercado, já que os consumidores estão menos dispostos a experimentar produtos novos neste momento de crise.
A redução no consumo de margarinas e manteigas acompanha a queda no consumo de pães. A Associação Brasileira da Indústria da Panificação e Confeitaria (Abip) informou que o fluxo de pessoas nas padarias e confeitarias encolheu 4,2% em 2015. As vendas tiveram queda real de 7,9%.
Valor Econômico
Produtos relacionados
Ver esta noticia em: english espanhol
Outras noticias
DATAMARK LTDA. © Copyright 1998-2019 ®All rights reserved.Av. Brig. Faria Lima,1993 3º andar 01452-001 São Paulo/SP