quarta-feira, 30 de novembro, 2016

Vendas da mercearia salgada crescem 10% no pequeno varejo

A cesta de mercearia salgada no pequeno varejo (lojas com até nove checkouts) foi a menos impactada pelos efeitos da crise no início deste ano. Segundo estudo da Nielsen, o crescimento foi de 9,9% em valor, seguida por mercearia doce (+8,7%), higiene e beleza (+7,1%) e limpeza do lar (+5,4%). O crescimento médio das cestas no período foi de 5,1%. A análise foi feita no primeiro semestre de 2016 e teve comparação com o mesmo período de 2015. Cerca de 400 mil pontos de venda foram avaliados. A divulgação do estudo ocorreu ontem (28/11), durante evento da Abad (Associação Brasileira de Atacadistas distribuidores).
As cestas que ficaram abaixo da média foram: bebidas alcoólicas (+3,9%), bebidas não alcoólicas (+2,2%), perecíveis (+3,2%) e outros (+1,3%). Por outro lado, em volume, todas as cestas apresentaram perdas. Na média, tiveram queda de -4,7%. A cesta mercearia salgada novamente foi a menos impactada, com retração de -2,5%. Bons exemplos de crescimento dessa cesta são as categorias molho de tomate, que cresceu +7,2% em valor e +2% em volume, e óleo e azeites, com alta de +19,4% em valor e +2,4% em volume.
Outras categorias que apresentaram crescimento no pequeno varejo em volume e valor foram: repelentes, inseticidas, café, leite em pó, água mineral, margarina, creme de leite, aguardente de cana, esponja sintética, alimentos para gatos, pudim/gelatina, limpador de banheiro e farinha de trigo.
Supermercado Moderno
Produtos relacionados
Ver esta noticia em: english espanhol
Outras noticias
DATAMARK LTDA. © Copyright 1998-2019 ®All rights reserved.Av. Brig. Faria Lima,1993 3º andar 01452-001 São Paulo/SP