quarta-feira, 28 de outubro, 2015

Seara vai vender frango criado sem antibiótico; produto custa até 40% mais

A Seara Alimentos, controlada pelo grupo JBS, anunciou o lançamento de uma linha com cortes de frangos criados sem antibióticos, hormônios ou conservantes. Os produtos da linha DaGranja custam cerca de 40% a mais que o frango convencional da marca, mas são 20% mais baratos que o produto similar do concorrente, segundo a empresa. A empresa se refere aos produtos da Korin, de Ipeúna (SP), que produz ovos e frangos orgânicos. Segundo a Seara, os novos produtos terão certificação internacional assegurando o bem-estar animal e a ausência de qualquer tipo de antibiótico, hormônio ou conservante. Serão vendidos diversos tipos de cortes --filé de peito, filezinho de peito, filé de coxa e sobrecoxa, coxinha da asa, coxa e sobrecoxa--, além do frango inteiro. Os cortes serão vendidos congelados, em embalagem abre e fecha ou em bandeja, ambas de 1 quilo. Uso de antibióticos é legal O uso veterinário de antibióticos é legal. No entanto, como a taxa de infecções humanas por bactérias resistentes aos antibióticos aumenta, os defensores dos consumidores e especialistas em saúde pública tornaram-se mais críticos da prática de dar rotineiramente antibióticos para frangos, bovinos e suínos. Cientistas e especialistas em saúde pública dizem que, sempre que um antibiótico é administrado, ele mata as bactérias mais fracas e pode permitir que as mais fortes sobrevivam e se multipliquem. O risco, eles dizem, é que as superbactérias possam desenvolver resistência cruzada a importantes antibióticos. O uso frequente de antibióticos em baixa dosagem, uma prática utilizada por alguns produtores de carne, pode intensificar o efeito.
UOL - 27/10/2015
Produtos relacionados
Ver esta noticia em: english
Outras noticias
DATAMARK LTDA. © Copyright 1998-2021 ®All rights reserved.Av. Brig. Faria Lima,1993 3º andar 01452-001 São Paulo/SP