Wednesday, June 30, 2021

7 de cada 10 marcas de alimentos crescem no Brasil

Entre outros segmentos, os impactos da pandemia também têm refletido no mercado de bens de consumo massivo (alimentos, bebidas, higiene e limpeza – FMGG) e isso certamente deve potencializar o desempenho desses setores no futuro. Atualmente quem vem ganhando com essas mudanças são as empresas do setor de alimentos, de acordo com o ranking Brand Footprint Brasil 2021, elaborado pela Kantar, empresa líder em dados, insights e consultoria, que mostra que sete em cada 10 empresas estão aumentando o seu alcance no país.
O estudo analisou 290 empresas brasileiras e suas marcas e entre elas, a marca Aurora foi a que apresentou maior crescimento de penetração na comparação entre 2020 e 2019, com alta de 11,8 pontos percentuais de penetração (p.p), equivalente a 6,8 milhões de novos lares. Outros nomes que se destacaram também foram Perdigão (10 p.p. ou 5,8 milhões de novos lares), Gallo (8,8 p.p.; 5,1 milhões de novos lares), Seara (8 p.p.; 4,6 milhões de novos lares), Hellmann’s (7,5 p.p. ou 4,4 milhões de novos lares), Sadia (7,4 p.p.; 4,3 milhões de novos lares) e Pullman (6,8 p.p.; 3,9 milhões de novos lares).
Portanto, o levantamento destaca também o bom desempenho das marcas que oferecem proteínas processadas, embutidas e congelados, alternativas consideradas mais baratas para o consumidor dentro do lar, diante de um cenário de isolamento e recessão econômica. Neste quesito, a Perdigão entrou inclusive no Top 5, ficando na 4ª posição este ano pela primeira vez, subindo seis posições no ranking e aparecendo como a líder no setor de alimentos, seguida pela Seara (3ª colocação), que atua no mesmo segmento e avançou nove colocações no total FMCG, se tornando a oitava marca mais escolhida pelos brasileiros. A tendência dos lanches rápidos em casa, de até 20 minutos de preparo, que se consolidaram em 2020, segundo o estudo Consumer Insights da Kantar, levaram também a Hellmann’s a crescer seis posições no ranking, alcançando a 37ª colocação.
Quase todas as marcas analisadas (99%) que cresceram no ranking conquistaram novos lares em 2020 e 35% conseguiram aumentar o número de vezes em que foram escolhidas pelo consumidor, o que mostra que chegar a novos lares é fundamental para o crescimento das marcas, principalmente em um cenário de pandemia. “O universo de isolamento social é o momento de as marcas capitalizarem ao máximo a busca por novos lares. A parte mais difícil desse processo é abrir a porta do lar para uma nova marca. Mantê-la dentro de casa tende a ser mais fácil.”, comenta Elen Wedemann, CEO da divisão Worldpanel da Kantar.
- Curiosidades
Para determinar a relevância de uma empresa no mercado, a Kantar usa uma métrica chamada de Consumer Reach Points (CRP), que multiplica o número de domicílios de um país pelo percentual de famílias que compram uma determinada marca e pelo número de interações (contatos) com ela durante um ano. Em 2020, a campeã foi a Coca-Cola – título que ela detém há nove anos: com força de 545 milhões de CRPs e ganho de 8% em relação ao ano anterior.
Outras marcas que se mostraram relevantes para o público brasileiro no ano passado foram a Ypê (533 milhões de CRPs), Italac (335 milhões), Perdigão (327 milhões) e Colgate (284 milhões de CRP’s).
O Brand Footprint Brasil é feito com base em entrevistas em 11.300 lares nas regiões Norte + Nordeste, Leste + Interior do Rio de Janeiro, Grande Rio, Grande SP, Interior de SP, Centro-Oeste e Sul, cobrindo 82% da população domiciliar, equivalente a 90% do potencial de consumo do país. E foram consideradas 290 marcas nacionais.
ABRE - 28/06/2021
Other news
DATAMARK LTDA. © Copyright 1998-2022 ®All rights reserved.Av. Brig. Faria Lima,1993 third floor 01452-001 São Paulo/SP