Monday, September 30, 2013

Hering foca em lojas infantis

A Cia. Hering está apostando que a roupa infantil aumentará sua receita enquanto os consumidores reduzem seus gastos. “A expansão da linha de lojas Hering Kids em até quatro vezes, para 200 lojas, faz parte de um esforço de recuperação mais amplo,que inclui uma nova estratégia de distribuição para manter as prateleiras cheias e a criação de equipes executivas para gerenciar as quatro marcas da companhia”, disse o diretor de RI, Frederico Oldani.
A Hering precisa dessa ajuda. As vendas nas lojas da sua marca caíram 1,2% entre o segundo e o terceiro trimestre, parte de um recuo da indústria provocado pela inflação, que diminui o poder aquisitivo dos brasileiros. O crescimento mais lento para
a companhia, sediada em Blumenau, ocorre depois de um boom nos últimos cinco anos, período que incluiu ganhos anuais de receita de 41%, em 2010, e de 34 % em 2011. O crescimento caiu para 10% em 2012, omenor entre os varejistas de roupas no Brasil, cuja média foi de 17%, segundo dados compilados pela Bloomberg.
Para aumentar a pressão, a Gap, a maior varejista americana de roupas, estreia no Brasil. Falta de produtos no Natal passada deu novo foco ao estoque A Hering está focando seu estoque de indumentária básica em cidades menores e levando peças
mais caras e que estão na moda às cidades grandes, onde os consumidores desejam produtos de maior qualidade. Também contratou Luis Bueno, um executivo da companhia Natura Cosméticos, para dirigir a marca Hering. “Suas iniciativas estão certas”,
opina Vítor Paschoal, analista na Itaú Corretora de Valores, em São Paulo. “No passado, a estrutura estava focada em reduzir custos. Hoje, como vemos um crescimento menor, a companhia precisa mudar o foco da diluição de gastos a cada marca individualmente”.
“A Hering aumentou muito seus preços e existe a preocupação com que tenha ido longe demais, deixando o produto muito caro e perdendo a relação custo benefício que a tornava atrativa”, explica Paschoal. Oldani afirmou que a Hering
aprendeu a lição do final de 2012, quando faltaram produtos nas prateleiras, justamente na melhor época de vendas. “Temos que descobrir que produtos enviar a quais lojas — podemos ser competitivos em certos produtos e certos lugares”, disse ele.
Agora, a Hering planeja investir cerca de R$ 75 milhões em 2014 em tecnologia, logística e capacidade de produção, acompanhando a abertura das novas lojas infantis. Atualmente, a companhia possui cerca de 700 lojas, incluindo 600 da marca Hering e 50 da linha Hering Kids.
Valor Econômico – 26/08/2013
Related products
See this news in: english
Other news
DATAMARK LTDA. © Copyright 1998-2022 ®All rights reserved.Av. Brig. Faria Lima,1993 third floor 01452-001 São Paulo/SP