quarta-feira, 26 de julho, 2017

Moagem de cana da safra 2017/18 no centro-sul ainda está 16 mi t atrasada, diz Unica

SÃO PAULO - A moagem de cana-de-açúcar pelas usinas e destilarias do centro-sul do Brasil está atrasada em 16,09 milhões de toneladas no acumulado da safra 2017/18 em relação ao observado no ciclo anterior, informou a União da Indústria de Cana-de-açúcar (Unica) nesta terça-feira.
Desde o início da temporada, em abril, até a primeira quinzena de julho, foram processadas 246,58 milhões de toneladas de matéria-prima, queda de 6,13 por cento na comparação anual, refletindo a menor oferta de cana para moagem neste ano.
O nível de Açúcares Totais Recuperáveis (ATR), também no acumulado da safra, alcança 125,48 kg por tonelada de cana moída, alta de 0,15 por cento ante 2016/17.
A produção de etanol totaliza, de abril até a primeira quinzena de julho, 9,49 bilhões de litros (4,06 bilhões de anidro e 5,43 bilhões de hidratado), baixa de 12,12 por cento, enquanto a de açúcar soma 14,15 milhões de toneladas, alta de 2,10 por cento.
Os números refletem o mix mais açucareiro neste ano. Desde o início do ciclo, 47,99 por cento da oferta de matéria-prima foi destinada à fabricação do adoçante, contra 44,19 por cento há um ano.
Na primeira quinzena de julho, a Unica destacou que a produção de açúcar do centro-sul do Brasil somou 3,101 milhões de toneladas, ante 2,972 milhões de toneladas na quinzena anterior e 2,84 milhões de toneladas há um ano.
Foi também a maior produção quinzenal de açúcar até o momento na safra 2017/18, embora o número tenha vindo em linha com o esperado pelo mercado.
No caso do etanol, a fabricação nos primeiros quinze dias de julho foi de 1,88 bilhão de litros, sendo 843 milhões de litros de anidro e 1,04 bilhão de litros de hidratado.
"Favorecida pelo clima no centro-sul, seco e sem chuvas durante a primeira metade de julho, a concentração de Açúcares Totais Recuperáveis (ATR) por tonelada de matéria-prima totalizou 135,07 kg nesse período, forte crescimento sobre os resultados das quinzenas anteriores", destacou a Unica, em relatório.
Citando dados do Centro de Tecnologia Canavieira (CTC), a entidade também informou que a produtividade agrícola no mês passado no centro-sul atingiu 85,8 toneladas por hectare, aumento de 2,70 por cento sobre o índice apurado em igual mês de 2016.
"Porém, no acumulado do primeiro trimestre da safra (abril a junho), verifica-se uma quebra agrícola de 4,2 por cento: 82,3 toneladas por hectare contra 85,9 toneladas por hectare no mesmo período da safra 2016/17", afirmou a Unica.
DCI – 25/07/2017
Produtos relacionados
Ver esta noticia em: english espanhol
Outras noticias
DATAMARK LTDA. © Copyright 1998-2019 ®All rights reserved.Av. Brig. Faria Lima,1993 3º andar 01452-001 São Paulo/SP